Mercado de milhas no Brasil, o que esperar para 2021

Não é segredo para ninguém que a pandemia de COVID-19 abalou o setor de viagens e turismo. Mas as perspectivas para o ano de 2021 para o mercado de milhas no Brasil são de boa recuperação, mesmo diante do cenário difícil. 

Segundo a ABEAR, Associação Brasileira das Empresas Aéreas, a malha doméstica do Brasil estará em pleno vigor até o fim do primeiro semestre de 2021. Para isso, orientações rigorosas estão sendo seguidas para voar em tempos de COVID-19.

Com o mercado voltando a ficar aquecido e as vendas digitais aumentando cada dia, a questão que fica é: os brasileiros terão oportunidade de acumular mais pontos no cartão de crédito e milhas aéreas?

Para saber sobre esses e outros temas referentes ao mercado de milhas brasileiro e viagens aéreas, confira o conteúdo a seguir!

imagem de uma mala amarela, com um avião em miniatura em cima e ao lado de um chapéu e um pasaporte

Confira também: Melhor site para vender milhas. Como descobrir o mais confiável

O mercado aéreo e a crise de COVID-19

Se existiu um setor que sofreu com a pandemia em 2020, foi o aéreo. No início da crise, a malha doméstica no Brasil foi reduzida drasticamente, voos internacionais foram paralisados e centenas de aeronaves ficaram estacionadas por semanas.

Com a retomada das viagens e a volta gradual do turismo, as expectativas para a malha doméstica em 2021 são bem melhores que as do ano anterior. Com isso, são boas também as promessas para o mercado das milhas no Brasil.

No entanto, as viagens internacionais devem demorar mais um pouco para serem normalizadas. Isso porque o mercado de viagens internacionais depende de vários aspectos externos para funcionar, como a reabertura das fronteiras.

Quais as expectativas para o mercado de milhas em 2021?

Apesar da fase difícil enfrentada, o mercado das milhas brasileiro já sente os sinais da recuperação. Depois de um 2020 repleto de oportunidades para o acúmulo de pontos do cartão de crédito e milhas aéreas, 2021 será o ano de vendê-los ou transformá-los em viagens.

As vendas online e via cartão de crédito estão em crescimento e o início da vacinação dá esperança de uma retomada progressiva de viagens para diversos destinos. Ou seja,  quem está acumulando milhas pode se preparar para tirar os planos do papel!

Programas de fidelidade investem no acúmulo

Sabemos que o comportamento dos consumidores está mudando. As  compras digitais aumentaram e a tendência é que os gastos com cartões de crédito também acelerem.

Afinal, quanto mais compras online e via cartão de crédito são feitas, mais pontos são gerados. Isso dá aos brasileiros a possibilidade de acumular mais pontos do cartão e milhas aéreas. Nesse sentido, talvez esse seja o momento ideal para se associar a um programa de fidelidade.

Então aproveite para conhecer o guia completo dos programas de fidelidade que funcionam no Brasil e escolha o que melhor se encaixa nas suas possibilidades. Dentre a infinidade de planos nos mais diversos programas, certamente um será feito para você.

Lembre-se que, transferindo seus pontos e acumulando milhas, você garante aquela tão sonhada viagem com o melhor custo-benefício. Não existe motivo melhor para rentabilizar seus gastos, certo?

mulher de costas usando camisa jeans e chapéu erguendo um mapa em cima de uma ponte

Leia mais: ITA Transportes Aéreos, conheça tudo sobre a nova cia

Itapemirim e as expectativas para um novo programa de pontos

Assim como o mercado de milhas no Brasil vem ganhando com a retomada das viagens, as companhias aéreas estão cada vez mais em ritmo de recuperação. Isso porque, em 2020, a crise levou diversas companhias estrangeiras a pausarem  suas operações.

A Air Italy, que, em 2019 era a segunda maior companhia aérea da Itália, fechou as portas no ano anterior.  A Interjet, empresa mexicana, e a FlyBe, empresa britânica, também foram afetadas pela crise. 

Apesar do cenário internacional delicado, o mercado de aviação brasileiro conseguiu passar pela crise em 2020 e virar o jogo rapidamente. Prova disso é que a reconhecida empresa de transportes rodoviários Itapemirim começará a atuar na malha aérea esse ano.

Já tendo recebido seu primeiro avião no mês de fevereiro, a intenção é que em março os voos da Ita Transportes Aéreos já estejam disponíveis aos brasileiros. A expectativa agora é que o Grupo Itapemirim lance seu programa de pontos, assim como fez a Latam, a Gol e a Azul.

Fique de olho no nosso blog para continuar acompanhando as notícias do mercado de milhas e viagens aéreas. Aqui você encontra todas as novidades do setor e informações importantes para planejar suas viagens com mais segurança e economia.

Deixe um Comentário