Madagascar: um dos paraísos da África  

Sabia que Madagascar é a maior ilha da África e a quarta maior do mundo? É interessante pensar que o país já foi integrado ao continente africano e que, ao longo de milhares de anos, foi se separando naturalmente, formando o Canal de Moçambique entre eles. Mais legal ainda é pensar que foi justamente esse isolamento da ilha que ajudou Madagascar a preservar sua fauna e flora. 

Essa  conservação foi tanta que, hoje, cerca de 90% das espécies de plantas e 80% das de animais são endêmicas ao país (isto é, só existem ali). Um desses tesouros do reino animal e mascote de Madagascar, por exemplo, é o Lêmure, que ficou mais conhecido principalmente por conta dos filmes infantis que se passam na ilha. 

Com várias opções para um turismo ligado à natureza e à história do povo malgaxe, este é um dos vários paraísos que te aguardam na África! 😉

Programas imperdíveis em Madagascar 

Mas se você ainda não tem certeza se Madagascar é um bom destino de viagem, chegamos para te ajudar: separamos 5 lugares incríveis que se espalham pelo país e ajudam a tornar a ilha um dos lugares mais bonitos do mundo <3

Conhecer o Parque Nacional de Tsingy

Tsingy - madagascar

Paisagens singulares são sua praia? Então você precisa visitar o Parque Nacional de Tsingy, na costa oeste de Madagascar. 

O local se trata de área de cerca de 1500 km² de pilares rochosos pontiagudos que surgiram a partir da ação de erosão pela água e pelo vento no que já foi um planalto de calcário. Em outras palavras: essa é uma espécie de floresta de pedra que, de tão única, foi declarada como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1990. 

Além da paisagem de pedras, ali você também vai encontrar mangues preservados, cachoeiras, alguns dos pássaros selvagens endêmicos da ilha e muitos lêmures. Prepare-se para uma aventura emocionante dentro do parque, com direito à pontes de corda e madeira, cavernas e rios. 

Caminhar pelo Isalo 

Isalo - madagascar

Isalo é o parque nacional mais visitado de Madagascar – e não é à toa: o lugar concentra paisagens diversas, trilhas para todos os gostos e já leva o posto de melhor lugar do mundo para caminhadas, pelo Lonely Planet.

Por ali você vai encontrar uma mistura de formações rochosas, vulcões extintos, campos verdes, cânions, montanhas, piscinas naturais de água quente e cachoeiras maravilhosas para se refrescar nas quedas d’água. Além disso, no Islo você consegue avistar e se conectar bastante com a fauna e a flora super distintas da ilha. 

É legal que você conte com a ajuda de um guia para o passeio, o que é fácilmente resolvido na entrada do parque. 

Ver de pertinho a magia da Avenida dos BaobásAvenida dos baobás - Madagascar

 

Os baobás são árvores incríveis. Com troncos largos e massivos, que podem chegar aos 11 metros de altura, e uma copa compacta, os baobás são majestosos e despontam em qualquer paisagem. Considerada a árvore nacional de Madagascar, das nove espécies de baobás catalogadas no mundo todo, seis são endêmicas ao país. 

Com a capacidade de viver durante centenas de anos, a cultura local denomina as mais antigas, que já despontam na natureza há cerca de 800 anos, renala, que, no malgaxe significa “mãe da floresta”. Infelizmente, com o forte desmatamento que o país tem sofrido ao longo do ano, os baobás são quase o único legado  do que antes era uma densa e suntuosa floresta tropical. Hoje, as árvores gigantescas são reservadas pela própria população.

Por conta de toda essa história quase milenar e da importância florestal das Baobás, um dos passeios mais legais em Madagascar é a Avenida dos Baobás – uma estrada de terra que liga Morondava a Belon’i Tsiribihina, na região ocidental de Madagascar. Ah, e uma dica extra é se programar para fazer esse passeio durante o fim da tarde, quando a luz alaranjada do pôr do sol vai deixar a experiência ainda mais mágica <3 

Curtir as praias de Madagascar

Ilha St Marie - Madagascar

Não dá pra falar de viajar para uma ilha tropical sem dizer de suas praias, né? Madagascar é um destino recheado de experiências incríveis e claro que essa lista inclui dias deliciosos em praias paradisíacas. Das diversas opções, nossas favoritas são as ilhas Noyse Be e a Ilha St. Marie (ou Nosy Boraha). 

A praia de Noyse Be é uma das mais procuradas do país – e, incrivelmente, ainda assim tem um ar de exclusividade para quem passa os dias ali. Com areia branquinha, águas cristalinas e os arredores cercados de uma vegetação bem verde, o local é um destino deslumbrante. 

Na ilha, além de curtir a companhia do mar, você encontra várias atividades bem interessantes, como o Lemuria Land, o Parque Nacional de Lokobe e Ambondrona e a árvore sagrada de Banyan. No entanto, exatamente por se tratar de uma região bem popular, principalmente do ponto de vista turístico, os valores de hotéis e restaurantes por ali são mais altos, então é preciso ter isso em mente na hora de montar seu planejamento financeiro para a viagem 😉 

Já a Ilha St. Marie ainda consegue sobreviver com menos modificações da natureza por conta de turismo e, por isso, te dá uma sensação mais paradisíaca ainda. Com as faixas de areia clarinha, águas num tom belíssimo de azul-turquesa e piscinas de água verde, o lugar é de uma beleza sem igual.  

Além disso, Madagascar é conhecida como um local chave nas rotas de piratas – e ali em St. Marie você pode se sentir mais próximo desse passado. Uma das bases mais comuns para navios piratas entre os séculos 17 e 18, o local conta com áreas que ainda contam essa história: você pode visitar navios naufragados, um antigo cemitério pirata e cavernas da região. 

Outros passeios para tornar a viagem especial: 

  • Parque Nacional d’Ankarafantsika: com mais de 130 mil hectares, o local é um dos mais bonitos da ilha. Ali você vai poder passar por paisagens distintas que incluem de florestas à cânions, e se ver bem próximo dos animais da ilha. Necessita ajuda de guia!; 
  • Ranomafana: um lugar incrível para a imersão na floresta tropical e se banhar em águas quentes; 
  • Lemurs’ Park: aqui nessa área de jardim botânico e reserva dedicada aos mascotes do país, você vai poder ver bem de pertinho várias espécies de lêmures e ainda outros animais como camaleões, iguanas e tartarugas; 
  • Rova: um palácio construído para a Rainha Ranavalona I, em 1788, e fica no topo de uma das colinas mais altas em Ambohimanga – e te dá uma vista bem legal da capital caótica do país; 
  • Lago Tritriva: este é um lago que se formou na cratera de um vulcão extinto. A caminhada até lá já é bem interessante e só a vista do lago já vale à pena toda a visita, de tão incrível! 

 

E aí, bora conhecer as belezas endêmicas de Madagascar? 😉 

 

 

Deixe um Comentário