Planejando ir a Tóquio? Saiba como criar um roteiro incrível!

Tem vontade de viajar para o Japão? Conheça as principais atrações de Tóquio e saiba mais sobre a capital de uma das maiores potências do mundo!

Tóquio é uma cidade vibrante, intensa e de muitos contrastes culturais, com paisagens que compõem verdadeiros cartões-postais. Sua rica história, os templos e monumentos milenares, além dos pontos turísticos de grande beleza e da gastronomia exótica, têm despertado cada vez mais o interesse dos brasileiros.

Como se não bastasse, o turista ainda encontra muita tecnologia, edifícios modernos, letreiros luminosos por todos os cantos e agitação. A cidade de fato não para! Em Tóquio, a tradição e a cultura se misturam a um cenário futurista e promissor.

Pensando nisso, a gente vai apresentar as principais características e particularidades de Tóquio. Assim, você pode criar seu roteiro com todas as informações necessárias para curtir essa cidade com mais conforto e praticidade. Boa leitura!

Quais são as características de Tóquio?

Tóquio é a capital do Japão. Trata-se de uma verdadeira megalópole, ou seja, uma grande região bem desenvolvida e das mais importantes de todo o mundo. A modernidade e o desenvolvimento urbano são marcas registradas dessa cidade.

Os templos religiosos e monumentos milenares se misturam aos grandes arranha-céus e a uma variada rede de transportes, como trens e metrô de última geração. Milhares de pessoas circulam todos os dias por entre as ruas de Tóquio, mas mesmo assim prevalece a organização e a educação popular.

O clima da cidade apresenta estações do ano bem marcadas e intensas. Durante o verão, as temperaturas podem chegar a 30°C, mas os termômetros caem drasticamente para 5° C no inverno (e até alcançam níveis negativos).

Para desembarcar no aeroporto, é necessário apresentar um passaporte válido e o visto de viagem, que pode ser solicitando diretamente no site do consulado japonês.

O que você não pode deixar de fazer na capital do Japão?

Tóquio oferece inúmeras atrações para os turistas brasileiros, sendo que tudo na cidade é muito intenso. A seguir, vamos apresentar algumas opções de pontos turísticos que você não pode deixar de conhecer quando estiver pela região. Preste atenção nas nossas dicas e anote tudo no seu roteiro de viagem, combinado?

Visitar o Santuário Meiji Jingu

Meiji Jingu éum templo religioso xintoísta que fica dentro de uma floresta no Parque Yoyogi, em Shibuya. O santuário, fundando em 1920, impressiona pela beleza interior e pela paisagem ao redor, totalmente arborizada e com trilhas para os viajantes que gostam de caminhadas.

Muitas pessoas vão até o local para conhecer melhor a história e a cultura do país. Graças a esse monumento, é possível viver momentos de recreação, tranquilidade e relaxamento no centro de Tóquio.

Conhecer a Tokyo Skytree

Esse atrativo é uma torre de radiodifusão considerada a maior estrutura de todo o Japão (e a segunda maior do mundo, perdendo para o Burj Khalifa, nos Emirados Árabes). A construção apresenta aproximadamente 635 metros de altura e foi projetada com os recursos mais avançados da tecnologia, a fim de suportar abalos sísmicos e outras eventualidades, que são bastante comuns no Japão.

Ir ao Palácio Imperial

O Palácio Imperial é considerado a residência oficial do imperador do Japão e de sua família desde o ano de 1888. A construção apresenta a típica arquitetura japonesa, com telhados vermelhos e muralhas ainda de pé.

Não é possível visitar o interior do palácio, apenas fazer uma visita guiada em alguns cômodos. Entretanto, o turista pode se encantar com os jardins e o lago que ficam na área externa (Imperial Palace East Gardens).

Passear pelo Parque Ueno

Esse ponto turístico fica no distrito de Taito e é muito conhecido por receber comemorações típicas e populares do país, como as festas hanani. Trata-se de uma ótima opção para quem busca contato com a natureza ou quer sair um pouco do tumulto e da efervescência de Tóquio.

O parque é público e a entrada é gratuita para todos. Ainda há um zoológico, além de diversos templos e museus no seu entorno, como o Tokyo National Museum, o National Science Museum e o Tokyo Metropolitan Art Museum.

Visitar o templo Senso-ji em Asakusa

O templo budista Senso-ji (conhecido como Asakusa Kannon) fica localizado em Asakusa, um bairro histórico de Tóquio. A construção foi inaugurada no ano de 645 e dedicada à deusa da misericórdia Kannon.

Trata-se do templo mais antigo da cidade e um verdadeiro refúgio para quem busca tranquilidade e sossego longe da agitada capital japonesa. Além do templo em si, há uma pagoda com cinco andares e um complexo de templos menores, com lagos, jardins, lojas e diversas opções de restaurantes para os turistas.

Conhecer a Rainbow Bridge

A ponte Rainbow Bridge foi inaugurada em 1993. A construção tem 570 metros de largura e 918 metros de extensão, de onde é possível avistar alguns pontos turísticos bem famosos, como a Baía de Tóquio, Tokyo Skytree, a orla de Odaiba e até o Monte Fuji. O nome “ponte arco-íris” vem das lâmpadas coloridas que iluminam o local e funcionam por meio da captação de energia solar durante o dia.

Passear pelo Parque Shinjuku Gyoen

O Shinjuku Gyoen é um grande parque que está situado nos bairros de Shinjuku e Shibuya. O local apresenta uma extensão aproximada de 58,3 hectares e atualmente se encontra sob a administração da Agência da Casa Imperial do Japão.

O jardim reúne vários visuais, como a paisagem francesa e inglesa no norte e um convencional jardim japonês ao sul. Há mais de 100 mil árvores, a exemplo de magnólias brancas, cerejeiras, hortênsias, oliveiras e gardênias. O ambiente é muito bonito e vale a pena conhecer.

Como você viu, Tóquio é uma cidade multicultural: a modernidade e a tradição da cultura milenar convivem lado a lado. Definitivamente, você não pode deixar de visitar o Japão ao menos uma vez na vida. Lembre-se: o país desponta como uma das grandes potências mundiais do século.

Para tanto, é importante ficar de olho nas passagens aéreas, já que os valores costumam ser um pouco altos. Nesse sentido, saiba que você pode conseguir opções mais baratas por meio de milhas aéreas.

    #Dica Da MaxMilhas: O Japão é um país muito tecnológico e isso você já sabe, né? Na capital, já é possível usar bitcoins para os pagamentos comuns do dia-a-dia, como comprar em lojas e restaurantes. E o melhor de tudo é que a transferência das criptomoedas é super fácil e acessível: é só apontar o celular para o QR code do aparelho do estabelcimento e confirmar o valor. Essa é uma dica para quem quer evitar a ida às casas de câmbio e ter uma experiência bem tecnológica! 😉

     

    Quer aproveitar a viagem e dar uma esticadinha para conhecer outros países? Quem sabe você não se inspira, estende suas férias e visita destinos tão incríveis quanto Tóquio? Então, conheça o guia completo de turismo na Ásia!

    Deixe um Comentário