Como planejar uma viagem com antecedência: 13 dicas para se organizar melhor

O que você pensa sobre o processo de planejar uma viagem com antecedência? Para uns, essa é uma das partes mais divertidas da experiência toda, para outros, o momento mais chatinho de tudo – mas uma coisa é certa: todos concordam que esse processo é importantíssimo para que tudo corra bem. 

De escolher seu destino a separar o que vai na mala, tudo faz parte do planejamento necessário para uma boa experiência. Se já podemos te contar um segredo, com quanto mais calma e antecedência você se organiza na hora de pensar uma viagem, mais você consegue economizar. 

Se você ainda tem dificuldades nessa organização ou quer entender como pode melhorar ainda mais o que você já tem em mente na hora de tirar uma viagem do papel, vamos te mostrar nossas 13 dicas preferidas sobre como planejar uma viagem com antecedência. Vamos juntos! 😀 

13 dicas sobre como planejar uma viagem com antecedência

1. Escolha o destino 

Tudo bem, sabemos que essa primeira dica é a mais óbvia de todas, afinal, sem escolher para onde ir, não é possível planejar uma viagem. No entanto, essa é a decisão mais crucial para todo o desenrolar da viagem

Se você é igual a gente, provavelmente tem uma longa lista de viagens que quer fazer e, assim, é importante levar em consideração alguns fatores na hora de decidir qual o destino da vez. 

Orçamento

O primeiro deles é entender quanto dinheiro você precisa para o lugar que você quer conhecer. Dê uma olhada no preço médio de passagem e hospedagem do seu destino. Se você pensa em escolhê-lo por conta de algum evento ou atividade específica (parque de diversão, atrações, museus, etc), dê uma espiada no valor de ingressos também.

Além disso, é importante lembrar que algumas cidades já são conhecidas por demandarem um orçamento maior por conta de alimentação e transporte, por exemplo, e essa é uma informação super importante na hora da sua escolha. 

Tempo de viagem

Outro fator determinante na hora de planejar uma viagem é o tempo que você vai ter no seu destino. Alguns lugares podem ser ótimos para viagens curtas, feitas em fins de semanas ou feriados, por exemplo. Já outros, com mais atrativos e recheados de atividades, por exemplo, precisam de um tempo de viagem maior, a fim de explorar tudo. 

O tempo que você leva até o destino também conta, principalmente em viagens internacionais ou em locais que, mesmo dentro do Brasil, fiquem muito distantes da sua cidade (viver em país continental as vezes também nos faz cair em perrengues chiques como esse, né 😉 ). O que queremos dizer com isso é que usar um feriado de 3 dias para conhecer um destino que te demanda quase um dia inteiro de viagem para ir e outro para voltar pode não ser a melhor opção. 

Pense no tempo que você tem disponível para viajar e escolha o destino que melhor se encaixa nesse calendário!

Suas preferências 

Sim, estamos falando da eterna disputa entre os que preferem calor e frio. Se você tem aversão a climas gelados, pode preferir conhecer seu destino dos sonhos durante a primavera ou verão. Por outro lado, se só de pensar em calor você já está suando e desejando um ventilador, pode ser que o outono e inverno sejam estações em que você vai aproveitar melhor sua viagem. 

Brincadeiras a partes, você também pode considerar se quer uma viagem para descansar ou agitar, se conectar com a natureza ou explorar os quarteirões de cidades modernas, se prefere atividades ao ar livre ou passar seus dias em museus. Os exemplos de preferência são inúmeros e vão te ajudar a enxergar qual o destino que melhor combina com você nesse momento.

No fim, estávamos falando sério quando dissemos que escolher seu destino vem com uma carga de responsa. Analisar fatores como esses citados te ajuda a definir se esta é a hora certa para fazer determinada viagem, ou se ela precisa esperar um pouco mais para se tornar realidade, enquanto outra se encaixa no lugar. 

2. Escolha a melhor época do ano para viajar

Ok, depois da batalha de destinos chegar ao fim, chega a hora de dar continuidade ao seu planejamento: entender qual a melhor época do ano para viajar. Isso só pode ser feito depois de bater o martelo sobre o destino da viagem, pois diferentes locais apresentam diferentes características e, portanto, diferenças na hora de determinar suas altas e baixas temporadas, por exemplo. 

Quando falamos sobre a melhor hora para viajar, mais uma vez muitos elementos estão em jogo: quando você pode tirar um tempo para viajar, a oscilação de procura deste destino por demais turistas e até mesmo o que você planeja fazer durante sua viagem (atividades, festivais sazonais, clima, etc). 

Essa decisão vai te ajudar a afunilar as datas de viagem e te levar ao próximo passo, que começa a tornar a viagem mais real: a compra de passagens. 

3. Compre suas passagens com antecedência 

Um dos grandes motivos para se planejar uma viagem com antecedência, como já comentamos, é que esse processo te ajuda (e muito!) a economizar nos gastos. Uma prova disso é a compra da passagem. 

Quanto mais perto da data de viagem você deixar para comprar suas passagens, mais caras elas vão ser – e isso todo mundo já sabe, né?. Mas existem outros motivos que tornam a compra de passagens com antecedência um bônus: 

  • Mais opções de voos: comprando suas passagens cedo você consegue ter mais ofertas de diferentes companhias e itinerários, tendo mais flexibilidade para programar sua viagem do jeito que funciona melhor para você;
  • Promoção? Quero!: quando você se planeja para comprar suas passagens, você pode aproveitar períodos de promoção ou cupons de desconto; 
  • Mais tempo para resolver tudo: sabendo os dias exatos em que vai viajar, fica muito mais fácil se programar para a viagem e começar a decidir outras questões importantes, como itens a se comprar, seu roteiro e onde vai se hospedar (que, por ser reservado igualmente com antecedência, também vai te ajudar a economizar!). 

E como a gente ama te ver viajando, vamos te dar mais uma dica: aqui no site da MaxMilhas você sempre encontra passagens com preços incríveis e já começa a economizar antes mesmo da sua viagem começar! 😉

Dica da MaxMilhas: não comece a planejar o resto da sua viagem antes de ter as passagens em mãos. Vai por nós: nada pior do que já estar sonhando com todo seu roteiro ou ter fechado algum contrato financeiro em relação à viagem e, então, ter a frustração de não poder mais realizá-la. 

4. Conheça seu destino melhor 

Juntar informações sobre o lugar para onde você está indo é mais um passo importante na hora de planejar uma viagem com antecedência. 

Pesquise em blogs na internet, assista a vídeos no youtube, pergunte aquele amigo que já esteve lá… Saber mais sobre o seu destino vai te ajudar a escolher onde se hospedar, a definir o roteiro de seus dias por lá e a conseguir fazer um planejamento financeiro! 

Nossa dica é que você já separe lugares e atrações que você quer conhecer, dê uma olhada nos meios de transporte da cidade, saiba mais sobre o clima na época em que você vai viajar, busque por eventos que vão estar rolando e reviews de quem já esteve por lá. É claro que uma das melhores partes de viagens são as surpresas que o destino nos apresenta, mas é bom sempre dar uma espiada no que você vai encontrar 😀

5. Escolha estrategicamente onde se hospedar 

Planejar uma viagem com antecedência te dá tempo para escolher estrategicamente onde vai se hospedar durante a estadia. Questões como a localização e o tipo de hospedagem podem te ajudar a economizar (e muito!). 

  • Localização é tudo: Escolhendo um lugar estratégico pode te ajudar a planejar seus dias, se locomover pela cidade ou região e economizar muito. A importância de uma boa pesquisa sobre o seu destino já é mostrada aqui:  abrindo o mapa da cidade e destacando as atividades que você quer fazer e lugares que quer conhecer, é possível encontrar um ponto mais central para se hospedar e, assim, conseguir realizar todo o seu cronograma a pé e não ter gastos com transportes, por exemplo. Caso essa centralidade seja inviável, preze por hospedagens que fiquem bem próximas de alguma linha de transporte, para que fique mais fácil ir e vir pela cidade;
  • Onde se hospedar: hoje, as opções de hospedagem já são bem mais variadas e, se você quer poupar mais uma graninha, é legal que expanda seus horizontes para além de hotéis e pousadas mais tradicionais. Hostels e plataformas como o Airbnb, o Couchsurfing, e o Worldpackers são uma boa pedida para quem quer viajar com economia! 

6. Planeje seus dias (ou pelo menos tente rascunha-los) 

Se você está planejando uma viagem com antecedência, outra coisa que vai ter mais tempo para fazer é organizar um roteiro. Isso é legal porque te ajuda a conseguir fazer mais coisas em um dia só e, assim, conseguir aproveitar sua viagem ao máximo. 

Por exemplo, ao invés de ficar zanzando entre pontos distantes todos os dias, você pode separar as atividades, atrações ou visitas que são próximas umas das outras em um único dia e concentrar seu passeio por uma área da cidade de cada vez. Você pode fazer isso de forma super visual e simples criando um roteiro no Google Maps ou baixando algum aplicativo de mapa da sua preferência. 

Sabemos que a forma como esse planejamento vai acontecer depende muito do seu estilo de viagem – tem pessoas que preferem ir orquestrando os dias conforme vão vivendo a viagem e outras que preferem já sair de casa com um roteiro certinho do que vai ser feito em cada dia. E claro, um dos gostinhos gostosos de viajar é aquela sensação do inesperado, de esbarrar com alguma coisa durante o dia que você nem sabia que existia ali. 

O que queremos que você pense com esse passo é que, dando uma organizada no que você quer visitar e conhecer, pode ficar mais fácil conseguir cumprir essa lista de desejos. E lembre-se: seu roteiro não está escrito em pedra! Mesmo que tenha criado uma sequência de atividades, o intuito de qualquer viagem é se divertir, então relaxe e deixe as coisas fluírem de um jeito natural 😉

7. Dê uma olhada em seguros de viagem 

Contratar um seguro de viagem é uma necessidade que pode surgir durante seu processo de planejar uma viagem com antecedência. Apesar de ser uma ação levada em conta só em viagens para o exterior pela maioria das pessoas, o seguro viagem pode ser útil também para viagens dentro do Brasil. 

De qualquer forma, a obrigatoriedade de um seguro saúde depende do seu destino de viagem. Se você planeja viajar para países europeus do Tratado de Schengen, por exemplo, você deve apresentar esse documento na hora de passar pela imigração. 

Com mais tempo para planejar, mais tempo você tem para explorar as opções de seguro viagem e escolher a que melhor combina com você e sua viagem. 

Ah, e se você quer tirar todas as suas dúvidas sobre porque, como e quando fazer um seguro viagem, clica aqui que a gente te conta tudinho.

8. Faça sua lista de itens a serem levados 

Está quase na hora de fazer as malas, dizer au revoir e dar início à sua viagem – mas antes, uma última coisa. Se você pensa que arrumar as malas não é um dos passos na hora de planejar uma viagem com antecedência, pense de novo. 

Listar o que você precisa levar para a sua viagem é super importante quando pensamos que destinos diferentes demandam itens de viagem diferentes. Por exemplo, se você decidir viajar para um lugar com neve, tem que estar preparado para temperaturas bem baixas, se vai para um lugar que chove muito, pode ser legal investir em um casaco impermeável, caso vá para a praia, precisa levar protetor solar e assim por diante. 

O que queremos dizer é que listar o que você vai precisar durante a viagem te ajuda a contabilizar o que você já tem em casa e o que precisa comprar – seja antes de ir ou durante a viagem em si. 

Se sua viagem for internacional… 

Atenção a alguns passinhos extras caso sua viagem seja para um destino fora do Brasil.

9. Confira os documentos 

Uma das coisas mais importantes na hora de viajar para um destino internacional é ter todas as documentações necessárias para entrar no país. Aqui, mais uma vez se planejar com antecedência é fundamental, uma vez que processos burocráticos têm várias etapas e, por isso, podem levar um tempo maior para serem aprovados e estarem nas suas mãos. 

Não deixe para se preocupar com o passaporte, vistos e permissões na última hora! 

10. Esteja com as vacinas em dia

Quando você vai sair do país, é importante que você preze pela sua saúde. Por isso, tenha em mente que seu cartão de vacinas deve estar atualizado, não apenas com o obrigatório dentro do Brasil, como também vacinas específicas, necessárias para a visita de determinados destinos. 

Se você tem dúvidas sobre quais são essas vacinas, aqui nesse link a gente te conta mais sobre como descobrir 😉 

11. Tenha atenção ao câmbio e aos seus cartões

Como você já deve ter percebido, planejar uma viagem com antecedência é sinônimo de economia e de não ter dor de cabeça durante a viagem – e nesse ponto, se preocupar com o câmbio e seus cartões de crédito se encaixa perfeitamente. 

Com tempo o suficiente na hora de se organizar, você consegue comprar a moeda do país com calma, liberar seu cartão de crédito para o uso no exterior e se programar financeiramente para a viagem. 

12. Não fique incomunicável 

Estamos sempre com o celular nas mãos e com os dedinhos frenéticos nos comunicando com o mundo – isso provavelmente não vai ser diferente durante sua viagem. Além de mandar mensagens e dar aquela olhadinha nas redes sociais, seu celular vai se transformar em uma poderosa ferramenta de GPS, te ajudando a transitar pela cidade. 

Por isso, se você não quer ficar dependendo apenas de Wi-Fi durante sua estadia, é importante que você tome um tempo para conversar com a operadora de telefone e pedir a liberação do seus dados para o uso no exterior. Dependendo do seu tempo de viagem, outra coisa que funciona bem e pode trazer mais economia é comprar um chip temporário assim que chegar no destino da sua viagem.

Aproveite seu tempo de planejamento com antecedência para pesquisar sobre as opções e decidir pela a que melhor te atende.

13. Aprenda um pouco da língua estrangeira – não vai doer nadinha!

Já teve a experiência de esbarrar com um estrangeiro e se divertir com um “por favor” e um “obrigado” cheio de sotaque? Se isso já aconteceu com você, com certeza rolou aquela empatia com a pessoa, afinal, é muito legal ver alguém de fora tentando falar a nossa língua, e isso também pode te ajudar nas suas viagens. 

Aprenda algumas palavras e frases básicas do idioma local, para tentar agradecer e desejar um bom dia às pessoas que cruzarem o seu caminho. Vai te ajudar a ganhar empatia no exterior e ainda é uma atividade super divertida e enriquecedora, além de poder te salvar em momentos de emergência! 

Ao planejar uma viagem com antecedência, dá tempo de baixar um app de idioma, abrir o youtube e até se arriscar em algumas aulas para desembolar a língua na hora da viagem. 

Inclusive, se ainda sobe aquele frio na barriga ao pensar em viajar para um lugar que você não domina a língua, pode parar de se preocupar! Aqui neste outro artigo a gente compartilha com você algumas dicas para superar esse medo e sair ganhando o mundo sem olhar pra trás! 

 

Ufa! Sabemos que existe muito por trás do desejo de explorar novos lugares e exatamente por isso, se planejar com antecedência uma viagem vai te ajudar a fazer esse processo todo ser muito mais tranquilo. E de uma coisa nós temos certeza: seguir essas dicas pode te ajudar a economizar muito (e, se quiser economizar mais, aqui a gente te conta como!). 

Comece a se organizar hoje, para voar com tranquilidade e economia depois – e conte com a gente para te ajudar nisso!

Deixe um Comentário