Guia completo de turismo na Ásia

Está pensando em fazer um tour pela Ásia? Dê uma olhada no nosso guia completo de como planejar sua viagem ao continente!

A Ásia é o maior continente do mundo tanto em tamanho quanto em população e, por causa da grande diversidade de países e culturas, esse é o destino certo para quem quer conhecer lugares realmente novos e diferentes. Não à toa, o turismo na Ásia vem sendo cada vez mais explorado, o que torna o local uma ótima opção para passar as férias.

O continente asiático atende a todos os gostos e idades. É ideal para conhecer lugares exóticos e inusitados, com outra cultura, curtir um sol e mar de águas transparentes, ir para baladas totalmente diferentes das brasileiras ou até mesmo exercitar sua espiritualidade.

Por ser um local muito diferente dos Estados Unidos e Europa, por exemplo, é preciso pesquisar um pouco mais sobre os países e costumes da região, para não ser pego de surpresa e sofrer com a discrepância cultural. Por isso, fizemos um guia completo com tudo que você precisa saber antes de fazer as malas de viagem. Acompanhe!

Quais países fazem parte da Ásia?

Como já dissemos, o continente asiático é o maior do mundo e também com a maior população. Mas você sabe quais são os países que compõem a Ásia? Aqui vai a lista:

  • Afeganistão;
  • Arábia Saudita;
  • Azerbaijão;
  • Bahrein;
  • Bangladesh;
  • Brunei;
  • Butão;
  • Camboja;
  • Cazaquistão;
  • República Popular da China;
  • Cingapura;
  • Coreia do Norte;
  • Coreia do Sul;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Filipinas;
  • Iêmen;
  • Índia;
  • Indonésia;
  • Irã;
  • Iraque;
  • Israel;
  • Japão;
  • Jordânia;
  • Kuwait;
  • Laos;
  • Líbano;
  • Maldivas;
  • Malásia;
  • Mongólia;
  • Mianmar;
  • Nepal;
  • Omã;
  • Paquistão;
  • Qatar;
  • Quirguistão;
  • Rússia;
  • Síria;
  • Sri Lanka;
  • Tadjiquistão;
  • Tailândia;
  • Taiwan;
  • Timor-Leste;
  • Turcomenistão;
  • Turquia;
  • Uzbequistão;
  • Vietnã.

Qual o clima na Ásia?

A maior parte do continente asiático está localizada no hemisfério norte. Mas, por ser muito extenso, o clima muda muito dependendo do país. No norte da Rússia, por exemplo, faz tanto frio na maior parte do ano que o ambiente é quase inóspito. Já na região sul e sudeste da Ásia, o calor é presente na maior parte do ano.

Existem quatro tipos de clima no continente. Veja quais são eles:

  • siberiano: no extremo norte da Ásia, as temperaturas são muito baixas. Há presença de tundra ao norte, taiga no centro e estepes ao sul;
  • mediterrâneo: na Ásia Menor, os verões são quentes e secos e os invernos costumam ser chuvosos;
  • desértico: na Síria, Arábia, Índia e Irã, as temperaturas são elevadas durante o dia e frias à noite. Além disso, esses países são áridos e com baixa incidência de chuvas;
  • monções: na Ásia Oriental e Meridional, o inverno é seco e o verão é extremamente chuvoso.

Se você quiser fazer um tour pelo continente asiático é importante levar em conta essa quantidade de climas e, também, a mudança de temperaturas ao longo do ano. A época que você escolher definirá se você vai viajar no verão ou no inverno.

Como é a hospitalidade do asiático?

Apesar de ser difícil falar sobre a hospitalidade de todos em um continente tão grande, no geral, as pessoas são muito atenciosas e simpáticas na Ásia. Muitos turistas que já foram para lá, especialmente quando o destino foi a região sudeste, disseram ficar surpresos com a receptividade dos asiáticos.

Como se não bastasse o espírito acolhedor da população local, com o crescimento do turismo no continente, existem equipes especializadas em ajudar os visitantes. Agências locais oferecem guias turísticos para levarem você e sua família às principais atrações do país em que vocês estão, ajudam a escolher o melhor lugar para comer, fazer compras, entre outras atividades.

Apesar de todas essas coisas boas, vale a pena lembrar que, dependendo do país, os costumes podem ser um pouco diferentes e mais tradicionais que em outros. Por isso, é fundamental pesquisar sobre a cultura de cada lugar que você quer conhecer: afinal, algumas atitudes consideradas comuns no Brasil podem parecer desrespeitosas em outro país.

O que você encontrará na culinária asiática?

Precisamos concordar que, quando vamos viajar, uma das coisas que mais nos atrai é a comida. Você provavelmente conhece alguém que se preocupa mais com os roteiros gastronômicos do que com os culturais — se é que esse alguém não é você. Sendo esse o motivo, a gente tem uma boa notícia: você escolheu o destino certo!

Mas, quando você pensa na culinária asiática, o que vem à mente? Comida japonesa? Chinesa? Indiana? Saiba que, apesar de conhecermos alguns pratos típicos desses locais, as comidas que encontrará no continente podem ser muito diferentes das quais experimentamos no Brasil. Apesar de termos alguns restaurantes especializados em nosso país, as receitas muitas vezes são modificadas para agradar o paladar do brasileiro.

Como a variedade culinária é imensa e depende de cada região, separamos as principais e mais diferentes. Você não pode deixar de experimentar!

Culinária chinesa

Na China, você vai encontrar os mais diversos pratos e sabores. É comum a mistura de doces com salgados, quentes e frios, entre outras combinações. No entanto, a culinária é diferente entre as regiões do país. Enquanto na parte norte é comum massas (como pastel, talharim etc.) e frituras, a região sul traz uma grande variedade de peixes e frutos do mar.

Além disso, você provavelmente já sabe sobre as iguarias exóticas, como barbatanas de tubarão, carne de cobra, escorpiões e gafanhotos. Apesar de parecer estranho, é uma oportunidade de experimentar novos sabores que, aqui no Brasil, você não vai achar em qualquer lugar.

Culinária indiana

A culinária indiana é inconfundível. Com a presença de ervas, temperos e especiarias, os pratos causam uma sensação de estranhamento em quem está acostumado apenas com a comida brasileira. Mesmo assim, muitas pessoas adoram e, se você estiver pensando em conhecer o país, precisa experimentar os pratos típicos.

Os indianos gostam muito de chás e o mais consumido lá é o Tchai. Há ainda, uma variedade de pratos com temperos fortes como curry e canela, por exemplo. Massas como o Chapati e a Samosa também são muito apreciados pelos visitantes.

Culinária libanesa

O Líbano tem uma culinária extremamente diversa, com pratos compostos por frutas e verduras frescas. A base dos pratos é majoritariamente feita de cereais e legumes, com várias formas de preparação. Os principais ingredientes usados são iogurtes, queijos, pepino, berinjela, ervilha, nozes, tomate e sésamo.

É importante saber que, independentemente do lugar para onde você for, vale a pena experimentar os pratos típicos e exóticos da Ásia. Apesar de serem muito diferentes, somente no país de origem você terá a experiência real de como a comida é feita em cada local.

O que faz da Ásia um bom destino turístico?

Reunimos algumas curiosidades que farão você ter a certeza de que esse é o melhor destino para programar a próxima viagem!

Geopolítica e território

A Ásia tem uma área de 44.580.000 km² e abriga mais de 50% de toda a população mundial. Quer um fato ainda mais interessante? Mais da metade da população asiática está localizada apenas em dois países: Índia e China. O continente é, ainda, dividido em seis regiões principais:

  • Oriente Médio;
  • Subcontinente Indiano;
  • Sudeste Asiático;
  • Centro-leste;
  • Extremo Oriente;
  • Comunidade de Estados Independentes.

Geologia e relevo

O continente asiático tem diferentes relevos, que vão desde regiões áridas, cobertas de desertos, até locais montanhosos. Inclusive, o Monte Everest fica lá e, todos os anos, centenas de pessoas vão ao local para tentar subir o pico mais alto do mundo. O monte tem uma altura de 8.848 metros acima do nível do mar.

Religião

A Ásia é o berço das religiões mais conhecidas do planeta. Ou seja, visitar o local é sinônimo de conhecer mais profundamente as raízes da sua fé. As três maiores religiões do mundo originaram-se no continente asiático: a cristã, a islâmica e a hinduísta. Sem contar que filosofias importantes, como o budismo e o xintoísmo, também tiveram o surgimento na região.

O que não pode faltar no roteiro?

Bom, agora que você já conhece tudo sobre o clima, a hospitalidade e a culinária do turismo na Ásia, vamos ao que interessa: os principais locais que você não pode deixar de conhecer na viagem.

Como há uma enorme diversidade de costumes e países, fizemos uma lista com as principais atrações para você adicionar ao seu roteiro, dependendo de seus interesses e orçamento.

Conhecer a Tailândia

Conhecer a Tailândia é como abrir as portas para um mundo totalmente novo e diferente. Com uma cultura completamente distinta e um idioma quase impossível de compreender, no início o país pode parecer algo estressante para os forasteiros. Ainda assim, a Tailândia está cheia de praias maravilhosas, templos budistas imensos, baladas frenéticas em Bangkok e uma culinária bem exótica e apimentada.

Veja alguns lugares que você precisa conhecer se for visitar a Tailândia:

  • Bangkok: a capital da Tailândia tem pontos turísticos impressionantes, como o Wat Pho, um templo sagrado que abriga a estátua de mais de 40 metros do Buda inclinado, e o Grand Palace, a antiga residência da família real da Tailândia. A cidade é conhecida por suas noites badaladas e frenéticas;
  • Railay Beach: a praia é conhecida por ter o pôr do sol mais bonito da Tailândia e um cenário paradisíaco com cavernas e lagoas;
  • Koh Tao: ilha paradisíaca que abriga cinco lindas praias com diferentes pontos de mergulho, para todos os gostos;
  • Mercado Flutuante de Damnoen Saduak: a Tailândia está cheia de mercados flutuantes incríveis. Mas o Damnoen Saduak é o mais antigo deles, pois existe há mais de cem anos e é o lugar perfeito para comprar produtos tradicionais da região.

Templo Branco na Tailândia

O Templo Branco de Chiang Rai é um dos locais que você não pode deixar de visitar na Tailândia. Chamado de Wat Rong Khun, atrai cada vez mais pessoas por ser um local majestoso e único. Você pode achar exagero, mas a construção brilha — e a gente explica o motivo. O Templo Branco tem o exterior revestido de gesso e é cravejado de pedaços minúsculos de vidro, que refletem ainda mais a luz. O branco simboliza a pureza de Buda, enquanto os pedaços de vidro representam a sua sabedoria.

Ir à praia no Vietnã

Visitar o Vietnã exige um roteiro muito bem montado, já que o país está cheio de lugares incríveis que merecem ser visitados. Ele tem uma extensão que é banhada pelo Mar da China de norte a sul, várias montanhas, praias e desertos, além de opções culturais e gastronômicas que são uma experiência única. Mas, se tivermos que definir um local específico que deve ser visitado no Vietnã, com certeza vamos destacar suas maravilhosas praias.

Nha Trang, o balneário mais famoso do país, conta com uma paisagem paradisíaca, preços nada abusivos e uma excelente estrutura para os turistas, com inúmeros hotéis. Phu Quoc é outro lugar maravilhoso que merece ser apreciado. A ilha fica no sul do país e é banhada pelo Golfo da Tailândia. É uma ótima opção para quem gosta de locais mais tranquilos e exclusivos, além de ser um bom local para fazer cursos de mergulho.

    Descobrir os templos de Bagan

    Os templos de Bagan, em Myanmar, são perfeitos para conhecer um lugar tranquilo, maravilhoso e cheio de espiritualidade. Bagan tem mais de 2 mil templos budistas centenários e uma área verde maravilhosa e bem conservada. E, para que você não fique perdido ou em dúvida sobre quais lugares visitar, veja a lista que a gente fez com os principais e mais conhecidos:

    • Dhammayangyi Temple: é a maior estrutura construída em Bagan e fica à aproximadamente 1 km dos muros da cidade, sendo de fácil acesso;
    • Shwezigon Pagoda: construído no século 11, é um centro para orações e reflexões;
    • Thatbyinnyu Temple: feito em um terreno elevado, acima dos outros templos. Uma de suas características principais é que ele é branco, diferentemente dos outros que, em sua maioria, são de tijolo. Além disso, o nome Thatbyinnyu significa “a onisciência de Buda”;
    • Htilominlo Temple: erguido no século 13, o nome do templo significa “Bênçãos dos Três Mundos”.

    Ananda Temple foi construído no século 11, ele é o mais importante templo budista de Bagan. Não por acaso, também é o mais conservado. Por causa dessas características, é o mais visitado e vive cheio de turistas. Outra coisa importante a ser destacada é que, durante um terremoto em 1975, o lugar foi parcialmente destruído e está sendo reformado desde então. Por isso, o templo não tem a mesma estrutura de tijolos e ruínas dos tradicionais;

    Existem outros milhares de templos que você pode visitar em Bagan, cada um com história, arquitetura e experiência únicas. A gente indica o passeio independentemente da crença e região, mas se você se interessa pela filosofia budista, ele não pode ficar de fora do seu roteiro!

      Ver a Muralha da China

      A Muralha da China não pode ficar de fora do seu roteiro. Uma das sete maravilhas do mundo, a Grande Muralha teve início de construção em 220 a.C. e foi terminada apenas muitos anos depois, no século 16, durante a Dinastia Ming. No início, ela foi pensada somente com propósitos militares e comerciais, para barrar a invasão de tribos nômades e fazer o controle de mercadorias na fronteira.

      Hoje, a Muralha é um dos maiores símbolos da China, visitada por turistas de todo o mundo. Constituída por várias muralhas, ela tem mais de 8 mil quilômetros de extensão, 7,5 metros de altura e 3,75 metros de largura. Outro fato interessante sobre a obra é que o material utilizado é diferente em cada região. Assim, você pode encontrar trechos em calcário, granito, tijolos, madeira e terra compactada.

      Conhecer Cingapura

      Você provavelmente já ouviu falar de Cingapura, não é mesmo? A ilha passou de um dos locais mais pobres e explorados, para uma das maiores economias do mundo, depois de sua independência e “milagre econômico”. Hoje, o local é um dos maiores centros econômicos, repleto de milionários e também é um dos lugares mais caros para se viver.

      Mas não é por nenhum desses motivos que você deve colocar Cingapura no roteiro de viagem. O país é um dos mais modernos do continente, apresenta tecnologia de ponta e uma organização e limpeza que são um exemplo a ser seguido. Os principais lugares que você deve visitar são:

      • Helix Bridge;
      • Kong Meng San Phor Kark See, o maior templo budista do país;
      • Jardim vertical de Patrick Blanc;
      • O Esplanade — Theatres on the Bay, um grande complexo com teatro e sala de concertos;
      • Henderson Waves, ponte que une o parque Telok Blangah Hill ao monte Faber;
      • Singapore Flyer, a mais alta roda-gigante do mundo.

      Visitar a Índia

      Já falamos anteriormente sobre a culinária indiana, certo? E por que não experimentá-la no país de origem? A Índia tem pratos maravilhosos e uma gastronomia vasta e única. Mas, se você pensa que sabores picantes e temperados são a única coisa que o país tem a oferecer, está muito enganado. Ela está repleta de lugares maravilhosos, e ir até o continente asiático sem passar pelo país pode fazer com que você se arrependa depois.

      Para começar, a cultura é um show à parte. Por ser um país extremamente religioso, a população segue costumes únicos, tem suas próprias crenças e comemorações — assim como as diferentes castas e o modo de se vestir um tanto quanto peculiar. A religião mais popular e seguida no país, o hinduísmo, é muito presente e rege os costumes e decisões da maioria das famílias.

      A Índia é um lugar muito barato para se visitar e você encontra produtos únicos que não são vendidos no Brasil. No país, há diversas feiras a céu aberto, bazares e muitas peças coloridas. O artesanato tem um preço extremamente atrativo e os indianos são muito acostumados à cultura da “pechincha” — pode abusar dos seus argumentos!

      Taj Mahal

      Convenhamos, não tem como falar sobre turismo na índia e não mencionar o Taj Mahal. A construção é um dos principais cartões-postais do país. Chegando lá, você verá como o monumento é de tirar o fôlego: construído com mármore branco, muitas pedras preciosas e composto por um lindíssimo jardim.

      Não conhece a história? Então, a gente conta. A construção surgiu da “mais linda história de amor do príncipe Shah Jahan pela princesa Mumtaz Mahal”, como o próprio Jorge Ben Jor canta. Após a morte da amada, o príncipe construiu esse lindo monumento em homenagem à princesa.

        O que é preciso para viajar para a Ásia?

        Bom, agora que você já sabe todos os motivos para viajar para o continente asiático, vamos falar de algo um pouco mais burocrático. Como fazer para tirar a viagem do papel e ir curtir o turismo na Ásia? Aqui vão algumas coisas que você precisa levar em conta!

        Passagens aéreas

        Pesquise muito bem as passagens e defina o seu roteiro com base nos preços encontrados. Pode parecer besteira, mas nas diferentes épocas do ano, você encontra preços muito divergentes de um país para o outro, ainda que fiquem lado a lado. Você também pode trocar os pontos do cartão de crédito para acumular milhas aéreas e, dessa forma, pagar sua passagem ou, pelo menos, parte dela.

        Lembre-se de que os voos são bem longos, geralmente com uma ou duas escalas. Portanto, planeje algo para fazer durante o tempo que ficará no avião e nos aeroportos, durante as escalas.

        Visto para turistas

        Outra coisa que precisa ser resolvida antes da viagem é o visto. Isso porque, dependendo do local que você quiser visitar, o país pode ou não pedir visto de turismo. Para não passar por nenhuma situação chata e perder a oportunidade de conhecer um lugar legal por falta de planejamento, é essencial conferir quais locais exigem visto para viajar.

        Orçamento para a viagem

        Leve sempre em conta quanto dinheiro você tem para gastar na sua viagem de turismo na Ásia. Pesquise preços médios sobre alimentação, hospedagem e transporte antes de definir qual será seu destino. O lado bom é que, por ser um continente muito grande, existem opções baratas e igualmente maravilhosas espalhadas por ele para economizar viajando.

        Nesse guia completo de turismo na Ásia, a gente trouxe para você alguns dos principais pontos que devem ser consideradas antes de viajar, mostramos algumas curiosidades do continente asiático e apresentamos opções de lugares que você precisa conhecer. Agora, é só preparar a viagem, o roteiro e fazer as malas!

        Precisa de ajuda para achar as melhores passagens pelos melhores preços? Entre em contato com a gente! Nós podemos ajudar você a fazer a melhor viagem da sua vida! <3

        Deixe um Comentário