Conheça uma nova Colômbia: 6 lugares fora da rota comum para visitar

Já parou para pensar em todas as belezas que a Colômbia tem a oferecer? Além de ter paisagens de tirar o fôlego e ser um lugar recheado de surpresas, o melhor de tudo é que o país é um daqueles destinos que cabem no bolso 😉

Aproveitando que a Colômbia tem muitos cantinhos diferentes e sabendo que um dos melhores sentimentos de viagem é o de se jogar no desconhecido, separamos 6 lugares fora da rota turística mais comum para você conhecer uma outra cara do país! Vamos lá?

Dicas de viagem diferente: viva todas as cores da Colômbia!

Mar do caribe de um lado, do Pacífico do outro: a Colômbia é uma profusão de cores e formas. E nada como paisagens surreais pra viagem ficar gravada pra sempre na memória.

Caño Cristales – Serra da Macarena

CRISTALES 2

Imagem: Olivier Grunewald

Vamos começar pelo conhecido como o rio mais bonito do mundo: o Caño Cristales.  Patrimônio Biológico da Humanidade pela Unesco e apelidado como o rio que fugiu do paraíso, ele corre por mais de 100 Km, criando um verdadeiro festival de cores graças às suas algas, que deixam suas águas com um toque de fantasia. O rio fica a 150 Km de Bogotá, no Parque Nacional Sierra de la Macarena.

Mas é preciso se atentar para a visitação: as algas não estão tão presentes no rio o ano todo. Por isso, de dezembro a maio, as águas do Caño são como a de qualquer outro rio – a mágica mesmo acontece entre junho e novembro 😉

Palenque de San Basilio

Que a cidade de Cartagena é um destino dos sonhos você já sabe, mas que tal sair um pouco da rota e aproveitar sua passagem por ali para conhecer mais da história da Colômbia nas cidades e municípios que a cercam?

A cerca de 50 km de Cartagena se encontra Palanque de San Basilio que, com seus 3.500 habitantes, foi a primeira cidade de escravos nas Américas. Fundada por escravos fugidos 200 anos antes da independência do próprio país da Espanha, o pequeno município conquistou um tratado de paz com os colonizadores em 1603 e mais tarde, em 1713 viu seu povo livre da escravidão por meio de um decreto real.

O mais legal de passar um dia passeando por ali é que o local conseguiu manter a sua cultura e tradições majoritariamente africanas intactas por todos esses anos, o que inclusive a fez ganhar o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, em 2005. É um lugar bem simples, mas por isso mesmo único, onde você vai ter encontros gastronômicos, culturais, linguísticos, musicais e sociais incríveis!

Catedral de Sal – Zipaquirá

Apesar de ter sido feita pelo homem, curiosamente a Catedral de Sal conquistou o título de Primeira Maravilha Natural da Colômbia. A 183 metros de profundidade e dentro de uma mina de sal, o templo é outra dica de viagem surreal na Colômbia.

Fica a apenas 50 Km de Bogotá e é feita com 250 toneladas de sal. A iluminação fluorescente empresta tons roxos, azuis e rosas ao local. A entrada custa 25 mil pesos colombianos.

E a parte legal é que ela não é a única atração de sal para a sua viagem. A catedral está localizada no complexo temática Parque do Sal, que, em seus 32 hectares, reúne vários passeios interessantes, como o Museu da Salmoura, o Domo Salino, a Mina, a Barragem, áreas florestais e muito mais.

Desierto de la Tatacoa – Huila

Quando o assunto são paisagens impressionantes, a Colômbia fica bem no topo de qualquer ranking, como você já conseguiu perceber. Por isso, a nossa próxima parada é o Desierto de la Tatacoa, que tem nada menos que 330 Km² e é o segundo maior do país, perdendo apenas pro de Guajira.

As plantas de raízes super profundas já dariam um aspecto inusitado, mas é a terra vermelha que dá o ar ainda mais surreal ao local. A temperatura é desértica, mas não afasta os animais – crocodilos, escorpiões, cobras e aranhas são alguns que compartilham o cenário com os turistas sob um sol de mais de 40ºC.

Vale um bate e volta a partir da cidade de Neiva, a apenas 32 Km de distância.

La Piedra del Peñol – Guatape

Com 200 metros de altura, a Piedra del Peñol era um símbolo de adoração das nações indígenas da região e o registro de sua primeira escalada data apenas de 1954, em uma excursão de 5 dias que levou Luis Villegas, Pedro Nel Ramirez e Ramón Díaz ao topo da estrutura rochosa. Este é um conjunto de nada menos que 10 milhões de toneladas de rocha, que hoje conta com um mirante, permitindo uma vista fantástica, de 360º, a perder de vista da belíssima região de Guatape.

Mas curioso mesmo é como chegar lá em cima. Uma escada em forma de zíper, com 649 degraus, vão desafiar você e seus amigos a completar a aventura. Quem se habilita? Ah, e não precisa se preocupar, se no meio do caminho bater um cansaço e você desistir de completar a subida, a vista da escadaria ainda assim já é algo sensacional.

Santuário de Las Lajas – Ipiales

Ficheiro:Santuario de Las Lajas, Ipiales, Colombia, 2015-07-21, DD 21-23  HDR.jpg – Wikipédia, a enciclopédia livre

A apenas 10 Km da fronteira com o equador, o Santuário de Las Lajas é considerada uma das igrejas mais bonitas do mundo. Construída no Vale do Rio Guáitara, parece mais um castelo de conto de fadas do quem um templo. Com início da construção ainda no século 18, hoje a arquitetura neogótica faz a imaginação voar longe.

 

E aí, bora fazer essa viagem acontecer? 😉 A gente ajuda vocês a chegarem lá com muita economia: 

Deixe um Comentário