Cachoeiras em Ouro Preto: descubra uma natureza esplendorosa na cidade histórica

Ouro Preto é local de história e ecoturismo. A região possui cachoeiras deslumbrantes, que destacam a beleza natural de Minas Gerais

Ouro Preto é uma das cidades históricas mais famosas de Minas Gerais, além de ser o berço de Antônio Francisco Lisboa (1738-1814), o Aleijadinho. E não é só isso, a cidade é também cercada por uma natureza exuberante. 

As trilhas e cachoeiras em Ouro Preto são de tirar o fôlego. Ao lado das igrejas dos séculos XVII e XVIII, elas estão entre os principais atrativos da cidade. 

Se você quer aproveitar o ecoturismo de Ouro Preto, acompanhe este artigo até o fim!

Leia também: 5 destinos para fazer ecoturismo na América do Sul | Blog da MaxMilhas

Como chegar em Ouro Preto

Ouro Preto fica bem próxima da capital mineira, Belo Horizonte. São cerca de 100 km de distância entre as duas cidades. 

Assim, se você quer aproveitar o ecoturismo e as cachoeiras em Ouro Preto, pode pegar um voo até o aeroporto de Confins, em BH, e de lá seguir até a cidade histórica, de carro ou ônibus. 

O trecho de ônibus entre Belo Horizonte e Ouro Preto leva aproximadamente duas horas. 

Ecoturismo: cachoeiras em Ouro Preto

As principais cachoeiras em Ouro Preto estão localizadas dentro de parques estaduais e municipais, como o Parque Natural Municipal Cachoeira das Andorinhas, e a Floresta do Uaimii, primeira Floresta Estadual de Minas Gerais. 

Parque Natural Municipal Cachoeira das Andorinhas

Localizado a cerca de 5 km de Ouro Preto, o parque tem uma área total de 557 hectares e foi criado em 1968 com o objetivo de proteger a flora e fauna da região. 

Trilhas, cachoeiras e lagos permeiam o local, além de toda infraestrutura proporcionada aos visitantes, como wi-fi, banheiros e área para churrasco. O parque fica aberto 24 horas por dia, sete dias da semana e tem entrada gratuita.

Dentro do Parque Natural Municipal Cachoeiras das Andorinhas estão as melhores cachoeiras de Ouro Preto, incluindo a que leva o mesmo nome do parque. 

1. Cachoeira das Andorinhas

Cachoeira das Andorinhas

A Cachoeira das Andorinhas possui uma queda d’água de 10 metros de altura, situada dentro de uma gruta. Seu nome está relacionado às andorinhas de coleira que buscam refúgio no local durante a primavera e o verão. 

As águas cristalinas são perfeitas para relaxar após a trilha que se faz até o local. O percurso leva cerca de 10 minutos e tem um nível de dificuldade normal. 

2. Cachoeira dos Pelados

Cachoeira dos Pelados

A Cachoeira dos Pelados é menor do que a das Andorinhas, mas sua beleza também atrai muitos turistas. É uma cachoeira mais calma e tranquila, e para se chegar ali é necessário passar por um trilha de 20 minutos, com um nível de dificuldade mais alto que a anterior. 

3. Cachoeira Véu das Noivas

Conhecer a Cachoeira Véu das Noivas é uma tarefa indicada para aqueles turistas mais aventureiros, pois para chegar até a sua base é necessário fazer uma trilha íngreme, de 30 minutos e com um nível de dificuldade alto. 

Ao chegar no topo, porém, todo esforço é recompensado. As duas quedas que somadas dão 50 metros de altura mostram a beleza natural e deslumbrante das Minas Gerais. 

Floresta do Uaimii

Cachoeira na Floresta do Uaimii

A Floresta do Uaimii é outro ponto de ecoturismo da região, localizado dentro do distrito de São Bartolomeu, no município de Ouro Preto, a cerca de 22 km da cidade histórica. O ideal para chegar na floresta é ir de carro, preferencialmente adaptado para estradas de terra.

Criado em 2003, o parque conta com 4 mil hectares e abriga remanescentes da Mata Atlântica e do Cerrado brasileiro. 

Com entrada franca e funcionamento de terça a domingo, das 7h às 17h, a Floresta é um refúgio natural com quedas d’água e pequenas cachoeiras que fazem parte de um cenário exuberante. O acesso às cachoeiras é por meio de uma trilha bem conservada de 4 km.

4. Cachoeira do Açude

Uma das cachoeiras mais visitadas da Floresta do Uaimii, a Cachoeira do Açude possui quedas d’água que formam piscinas naturais rasas e de águas cristalinas, local perfeito para um bom mergulho. 

5. Cachoeira do Pau

A Cachoeira do Pau possui duas grandes quedas que formam poços de profundidade média excelentes para nadar. No entanto, fique atento durante a temporada de chuvas. Com o acúmulo da água, os poços podem ficar mais fundos e perigosos. 

6. Cachoeira Brás Gomes

A Cachoeira Brás Gomes fica localizada próxima à portaria da Floresta do Uaimii e tem uma grande queda d’água que forma um poço raso. O topo da cachoeira revela aos visitantes uma paisagem de tirar o fôlego com a sua borda infinita. 

Impressionado com as belezas naturais de Ouro Preto? Agora você já sabe que, além de transbordar história e cultura, a cidade também é um destino deslumbrante para curtir a natureza.

E para planejar a sua próxima viagem pelas cidades históricas de Minas Gerais, confira as melhores opções de passagem e hospedagem na Maxmilhas!

Deixe um Comentário